terça-feira, 6 de novembro de 2007

Ainda me queixo....

Enquanto começava a almoçar, entra uma colega de telemóvel no ouvido e com ar angustiado...

Eu e outra minha colega, apreensivas...

Conclusão, falava com o marido que é colega do pai da criança de 6 anos que morreu ontem, vítima de atropelamento...

Acabada a conversa ao telemóvel, conta-nos como tudo, realmente, aconteceu...

Ainda estou com um nó na garganta...

_ JP, apesar de querer um futuro promissor para ti, não faz mal se trouxeres uma nota fraquita no teste de Matemática, que estivemos ontem a estudar... ...e que eu ralhei contigo tantas vezes por não estares atento...

_ Afonso, se acordares 10, 11 ou mais vezes, esta noite... ...tudo bem, amanhã vou estar que nem posso, mas sempre que tu me acordares e te for dar um miminho, vou estar feliz...

Ainda me queixo...

4 comentários:

María&Peste disse...

Não consigo sequer imaginar a dor daqueles pais........é uma morte tão brutal, tão sem sentido...

e foi aqui tão pertinho de mim....

Bjnho sgrandes

Tataruga disse...

De todas as noticias de ontem, essa foi a que mais me abalou... pela idade do menino... porque há fortes probabilidades de eu conhecer um dos pais e porque tudo o que seja acidentes de viação mas faz voltar no tempo....

Cláudia disse...

E eu que hoje deu uma palmadinha no rabo do tiago porque não se queria vestir?!
Ai, vou buscá-lo mais cedo ao infantário...
bjs

Kelly disse...

É horrível pensar naqueles pais que deixam os filhos e partem sossegados e vem uma pessoa distraída e deita por terra tudo num segundo....