sexta-feira, 1 de junho de 2007

Dia da Criança...

1. A criança tem direito à igualdade, sem distinção de raça, religião ou nacionalidade.
2. A criança tem direito a ser compreendida, deve ter a oportunidade de desenvolver em condições de igualdade de oportunidades, com liberdade e dignidade.
3. A criança tem direito a um nome e a uma nacionalidade.
4. A criança tem direito à alimentação, direito de crescer com saúde e a mãe deve ter cuidados médicos antes e depois do parto.
5. A criança deficiente tem direito à educação e direitos especiais.
6. A criança tem direito ao amor e à compreensão, devem crescer sob protecção dos pais, com afecto e segurança para desenvolver a sua personalidade.
7. A criança tem direito à educação, para desenvolver as suas aptidões, suas opiniões e o seu sentimento de responsabilidade moral e social.
8. A criança em qualquer circunstância deve ser a primeira a receber protecção e socorro.
9. A criança não deve ser abandonada, espancada ou explorada, não deve trabalhar quando isso atrapalhara a sua educação, saúde e o seu desenvolvimento físico, mental ou moral.
10. A criança deve ser protegida do preconceito, deve ser educada com o espírito de amizade entre os povos, de paz e fraternidade, deve desenvolver as suas capacidades para o bem dos seus semelhantes.

Quando tinha a idade do JP tive que aprender, na escola, os 10 direitos da criança. Na altura fazia-me confusão, o porquê de ter de aprender os direitos da criança.
Para mim era um dado adquirido. Tinha coleguinhas, pois sempre andei numa escola pública, com imensas necessidades económicas, mas todos tentávamos ajudar o mais que podíamos.
Para mim, na altura, não existia tráfico de crianças, pedofilia, descriminação social, maus-tratos...
Para mim todas as crianças eram felizes, podiam não ter a Tucha (Barbie da altura), mas também não simpatizava muito com a boneca, mas havia a macaca e a isoo toda a gente podia jogar...


Hoje o que me faz confusão é porque é que o Mundo não é como eu julgava ser...
Hoje olho para os meus filhos e tenho medo, medo de alguém lhes fazer mal, de os descriminarem por algum motivo, de não serem felizes...

3 comentários:

docinho disse...

Hoje vivemos com o medo sempre ao lado... e no nosso tempo não era ssim : (
Não era não!!!

Beijos infantis

maria disse...

O problema é que nem todas as crianças exercem esses direitos, tal como deveria ser feito..
bjnho

mãe tataruga disse...

Só vim desejar-te uma boa semaninha:)
Beijinhos grandes