quinta-feira, 21 de maio de 2009

Obladi, oblada, Life goes on...

E quando o dia até parecia não correr mal...
Telefona-me a minha mãe a dizer que faleceu uma tia minha...

Não sabia que ela estava assim tão mal...
Não contava...

Já foi a minha Tia Favorita... mas a vida é feita de mesquinhices... e ela aprontou algumas à minha família...
Não deixou de ser minha Tia...
Mas com certeza deixou de ser a favorita...
Nessa altura e com a rebeldia dos meus 16 anos deixei de acreditar que tinha uma Tia favorita...desculpem-me as outras que nada de mal me fizeram....
Cresci e a postura de que a tinha riscado da minha família desvaneceu... foi cada vez ficando um risco mais ténue... mas mesmo assim... ainda se notava algumas marcas... tal tinha sido a força com que a risquei...

Nunca lhe quis mal... nem pensar... até sabia que a sua saúde sempre foi um pouco debilitada... e sempre tive medo que algo de mal lhe acontecesse... não sei se por ela ou pelos que a rodeavam...

Na 2ª Feira tive que enfrentar um conflito de emoções... tristeza - muita... Pena de ver partir alguém ainda novo (53 anos) e que tinha uma vontade incrível de viver (do contrário ninguém a podia acusar)....

Na 2ª feira arrepiei-me ao estar com o meu Tio...
Na 2ª feira arrepiei-me ao estar com as minhas Primas...
Não deveria ter acontecido...
Gostava de ainda hoje quando estivéssemos, a família junta... a evitasse... nunca a ignorei... sempre a tratei bem... mas sou sincera... evitava-a... mas sabia que ela estava ali....

Na 3ª feira, foi o funeral... e depois de relembrar tudo... penso que, apesar de ninguém merecer um padre assim... ela, onde quer que estivesse deveria estar a rir...

Um padre que não foi à capela para a missa de corpo presente e que à última da hora informou a família que iria ter ao cemitério e que a desculpa que deu foi que o dia lhe estava a correr mal pois tinha ido almoçar com o Bispo e que o serviço do restaurante era péssimo e que ainda por cima tinha almoçado muito mal.....
Eu não queria acreditar... Ele devia de estar a gozar....

Bem, mas como o título diz... Life goes on...
Ontem o meu filhote grande não teve aulas e foi comigo para o trabalho...
Tivemos a tarde por nossa conta...
Fomos lanchar ao Hard Rock Café...
Passeámos...
Fui assistir ao treino de Andebol com o Pestinha Pequeno...
Jantámos à pressa, pois tínhamos de ir assistir a uma peça sobre os Beatles em que a minha Sobrinha Inês iria participar...
Eu que sou uma Tia vaidosa com as minhas sobrinhas estava ali... cheia de Baba...
E não era para menos... ela era a mais linda... ela era a que cantava melhor... e não é porque ela diz que sou a Tia do Coração que eu digo isto... e não é por ser minha sobrinha que eu digo isto...Não senhor!!!!!!

Obládi, Obládá, Life goes on.....

2 comentários:

Ica disse...

Os meus sentimentos pela tua Tia.

É bom termos esses dias com os nossos filhotes e principalmente com idades como o JP que já dá para fazer imensa coisa diferente.

Adorava ter sido mãe mais cedo :), mas a vida não permitiu

Bjs

Docinho disse...

É assim sim... a vida continua mesmo com dor e saudade... sempre em frente... sempre!

Beijo na tia babada então ;o)